terça-feira, fevereiro 13, 2007

Ciclos de Luz

As várias tonalidades que adquirimos ao longo da caminhada
passam levemente pela pele. Não chegamos realmente a dar por nada.


Esfregamos as mãos de um contentamento enrugado


esperando que todos os dias fossem, na verdade, a festa que imaginámos



uma luz clara





uma luz clara



com sangue fragmentada






2 comentários:

Ventilan disse...

Délio, estás muito místico, pá...

Anónimo disse...

É da mística, Pedro...