quarta-feira, setembro 19, 2007

O Impassível Cumpre-se

É um jogo sem arbitrariedades ou diatribes. Quem quer joga, quem não quer nem imagina. A destreza de uns é compensada pela sorte noutros. Uns vendem sorrisos, outros nem nunca os viram. É um jogo de extremos e, por vezes, dores nos flancos. Uns são felizes a assar frangos, outros são frangos a fugir do espeto. Esperto é que topa tudo a milhas e foge na bisga, dizem! Estóico é quem acredita que mais vale acreditar e ficar. Aqui, em geral, não se generaliza. Não há general que o valha. Um jogo arriscado em que se perde a vida, isto, de viver! (Há quem o diga)

domingo, setembro 16, 2007

Soltas Coisas

1. Estão em voga os anúncios a laxantes e outros desentupidores, com as suas prosaicas publicidades a dourarem algo que é, no fundo, no fundo, levemente nojento. Deixo aqui uma sugestão de frase para uma dessas publicidades, sem rodeios: "Com uns comprimidinhos deste produto, CAGA NISSO!"

2. Aprendi, na Sexta-Feira, que as t-shirts de mangas-cavas significam que os seus portadores de mau génio ou que são simplesmente má res. São uma espécie de correspondente de Verão - ou de local ricamente temperado - ao belo do boné. Ao que parece, toda a gente sabia disso menos eu. Como foi então que os sinais me escaparam?

3. Para a família Relvas, um abraço de força. Muita.

4. Para o Rui e Raquel, uma boa continuação depois de um início demolidor!

5. A vida é o que dela fazemos. Uma frase feita directamente de lambreta para a verdade quase-absoluta!

quinta-feira, agosto 30, 2007

Por 10 textos apenas

A vida não me sorri: por vezes resolve abrir a boca e engole-me. A vida, essa indecisa, sabe fazer as coisas de modo perfeito. É fria e racional. Deixa-me confuso querendo, apenas, mais que tudo, saber fazer.
Às vezes a vida pontifica por aqui, parece-se muito com uma comichão desconcertante em céus-de-boca. Por vezes sem saída, sem conta, começando de forma tímida até surgir uma efectiva necessidade de ti. A vida não me sorri quando estás longe ou apenas longe de mim.
Tu. Mil anos a tentar descrever o que somos juntos. Outros mil a falar-te e a dizer-te, outros mais a compreender-te. És uma figura estranha, enleante, caminhando por outro caminho não assim tão longe, nem sequer perto.
Tu. Fintas-me as questões com mestria, és ambidextra e de rins nada dura.
Assim, simples, como imagens de um só som, voas eternamente navegante.
Conheces o sorriso de um dia como parte constituinte de uma caminho que leva a dois caminhos sem o cansaço da caminhada. O olhar, certa noite, como a lágrima que usas ao pescoço. O olhar, pela noite, certamente, mostrando a chama de um incêndio que inflama esta alma, dó maior.
Assim, bemol, seremos uma corrida de obstáculos a dois corpos.

Pernas brancas

com uma imitação fraca
uma música a misturar-se
que sinto à tua volta,
juro-o sem falta.

Julga os sentimentos,
mal apelo mais
(que mais tarde sorrias).

Esses monstros tigres
lágrimas de toda uma juventude
que ao absorveres
afagas
uma cama queimada.

Na urgência do amor
dogmaticamente
mostramos retratos, violências,
sorrisos.

Juro que partilho
imagem pateta.
Os teus olhos estão remendados
são como versos expectantes
com a tristeza de então.

Os teus olhos arredaram-se
numa mutação de cor,
um corpo doce.

Sinto-o cinicamente.
Parágrafo.
Chama de instantes
gesto impune
vida esparsa.
Definível visão
da cinza de um cigarro.

Setembro

Setembro dói mais. É um mês que nasce e morre no mesmo dia.
Setembro é flor de renascimentos, em pôr-de-sóis à beira-mar
escorregadio.
Setembro é sóbrio: ou se vence ou se perde.
Setembro carrega consigo pólens adormecidos,
que Setembro é sólido
e eu sei que estarás sempre aí.

A frase

é,
com gaze,
uma óptima morfina!

terça-feira, junho 26, 2007

sábado, junho 09, 2007

Lulu? - Oui, c´est moi!

Para aqueles que quiserem publicar um livro grátis, basta clicarem no link...

quarta-feira, junho 06, 2007

Véspera de feriado eucarístico

"One green bottle
Drop it in the bank.
Ten green bottles
What a lot we drank
Heaps of bottles
And yesterday's a blank
But we'll save the planet,
Tinkle, tinkle, clank! "

W.Cope

terça-feira, junho 05, 2007

Novas do Oriente

Extra Extra, carros baratos!

Post 270 - O mundo enlouquece lentamente

A ciência tem coisas engraçadas, curiosas e dignas de registo. Esta de que vos vou falar não é uma delas (e é por isso mesmo que vou falar dela!). Cientistas brasileiros e venezuelanos provaram, recentemente, que o rio Amazonas é o mais longo do mundo, destronando assim o detentor do título até agora, o rio Nilo. Pronto. Este é o dado taxativo e concreto que nos apresentam, que não acrescenta realmente muita coisa, tirando o facto de imaginarmos que os tipos se devem ter divertido para Caracas (pequena chalaça). A seguir é logo afirmado que, apesar de tudo, não foi possível aceder à nascente do rio e que, por isso, só em Setembro é que vamos realmente ter dados concretos sobre a extensão total do Amazonas. Rigoroso, isto. Científico. Pois. Hmm.
Por outro lado, a ciência lança uma certa luz de esclarecimento à pergunta que algumas pessoas provavelmente fizeram, um dia. Será que os italianos são todos loucos? A resposta está no ar, segundo afirma um estudo apresentado pelo Conselho Nacional de Investigação de Itália. De acordo com os dados, na capital italiana, existe uma elevada concentração de partículas de haxixe e cocaína no ar, para além de se encontrarem também vestígios de nicotina e cafeína. Por um lado, diz um Instituto, é preocupante existirem estes poluentes que podem afectar gravemente a saúde. Por outro, dizem os habitantes de Roma, andou-se este tempo todo a gastar-se balúrdios em droga para, no final, se perceber que bastava abrir uma janela para ficar com a moca!
Já agora, será que a loucura lusitana terá algo a ver com as partículas de tinto que pairam no ar? Ou a espanhola, com as partículas de tortillas que por aí vagueiam?
A verdade paira por aí!

Capitain Kirk vs Conan

Após os primeiros 25 segundos algo muito envolvente acontecerá. Curiosos?

terça-feira, maio 22, 2007

Depois de Caniggia...


poderá ser este o ponta-de-lança de que o Glorioso tanto precisa?

Benfica heróico


O Benfica garantiu esta terça-feira a contratação de Batman a custo para a próxima temporada. O herói terminava contrato com a Fox no final da época e assinou por 3 anos, para jogar ao lado de Zorro, no eixo da defesa. A transferência agradou ao treinador Fernando Santos que elogiou a envergadura física de Batman, depois de já ter destacado a «polivalência de Zorro, que é africano mas tem escola». Na calha dos «encarnados» chegou a estar o incrível Hulk, o gigante verde, mas a direcção do Benfica descartou a hipótese, uma vez que pretendia um central mais maduro.
Fernando Santos considera que, com a aquisição de mais dois super-heróis, se possa chamar ao bloco defensivo benfiquista o "quarteto fantástico da superliga".

terça-feira, maio 15, 2007

É tudo uma questão de narizes

A caixa chama logo a atenção, não? Esta outra notícia não poderia estar no Il Cru mas, de certa e determinada maneira, encontra-se intimamente pronunciada em certos e determinados indivíduos que desenvolvem com desenvoltura um trabalho maior no referido blog (casa-mãe do nosso amor pela música). É de outro tipo de estrelas que se fala aqui e, mais no concreto, dos seus apêndices nasais (clicar no link para acreditar). Constam aqui o nariz de Adrien Brody - ou será a chave que guarda o seu encanto - visto a um nível de aproximação quase capaz de incutir cegueira... se o Adrien se virar, isto é. Consta aqui o nariz torto do Owen Wilson e o nariz plastificado de Michael Jackson - o horror! o horror! - os pés tortos e carentes de Courtney e os de Katie Holmes e os pés grandes de Paris Hilton. Estão por cá as mãos do Keith Richards mas, ao que parece, não consta a calvície de ninguém. Sim, porque neste sítio distinguem bem entre imperfeições e aperfeiçoamentos! Ah pois é!

I see dead people...

Esta notícia deveria ser postada no Il Cru mas há lá certos e determinados indivíduos que não são apaniguados deste senhor, Robbie Williams de seu nome. Eu acho-o especial. Acho mesmo. E aqui estamos ambos de acordo porque o Robbie acredita piamente que tem poderes paranormais (note-se que escrevi "paranormais" e não "para-anormais"). O Robbie, que acabou de sair de uma clínica de desintoxicação, porque andava agarrado aos remédios, confessou a um pasquim que tem contactos regulares com estrelas que já brilham no firmamento, como são os casos do Frank Sinatra e do Dean Martin. Mais afirmou que gosta de cantar o "My Way" em casa e que o bom do Frank aprova que o faça. Ele gosta tanto de estar com os fantasmas que começou a frequentar os cemitérios de Los Angeles.
Um dia destes está numa clínica de desintoxicação de poderes paranormais. Isto de se ser estrela não faz nada bem à saúde ou isto é só impressão minha?

quarta-feira, maio 09, 2007

sábado, maio 05, 2007

Para Pessoas Com Sol

"
Plenos Poderes


A PURO sol escribo, a plena calle,
a pleno mar, en donde puedo canto,
sólo la noche errante me detiene
pero en su interrupción recojo espacio,
recojo sombra para mucho tiempo.
El trigo negro de la noche crece
mientras mis ojos miden la pradera
y así de sol a sol hago las llaves:
busco en la oscuridad las cerraduras
y voy abriendo al mar las puertas rota
hasta llenar armarios con espuma.
Y no me canso de ir y de volver;
no me para la muerte con su piedra,
no me canso de ser y de no ser.
A veces me pregunto si de donde
si de padre o de madre o cordillera
heredé los deberes minerales,
los hilos de un océano encendido
y sé que sigo y sigo porque sigo
y canto porque canto y porque canto.
No tiene explicación lo que acontece
cuando cierro los ojos y circulo
como entre dos canales submarinos,
uno a morir me lleva en su ramaje
y el otro canta para que yo cante.
Así pues de no ser estoy compuesto
y como el mar asalta el arrecife
con cápsulas saladas de blancura
y retrata la piedra con la ola,
así lo que en la muerte me rodea
abre en mí la ventana de la vida
y en pleno paroxismo estoy durmiendo.
A plena luz camino por la sombra. "
neruda

Imagens de marca-me







quinta-feira, maio 03, 2007

Leões

Há uma espécie de alma por detrás de tudo, um espírito que desaloja a desarmonia e que finca as garras na preguiça, na vontade de deixar estar tudo como está. É um poder subtil e por isso poderoso. Um poder calmo que atemoriza porque nunca se sabe quando poderá soltar-se, fugir a uma qualquer ilusão de controlo.
Há umas semanas vivo com a imagem de uma lua e meia em Maio. Há umas semanas que não percebo o movimento das marés e que corre, debaixo dos meus pés, um fervilhar de energias que não compreendo mas que me deixam perceber o que é estar vivo. E partilhá-lo com todos os outros.

sábado, abril 21, 2007

E o Oscar vai para...

"Hoje todas as pessoas são inteligentes. Não se pode ir a qualquer lado sem se encontrar pessoas inteligentes. É um autêntico flagelo social".

Oscar Wilde

Maresias

O que sou hoje é como a tranquilidade no centro do furacão. Olho neste dia para quem não me está presente senão no coração. Estou sossegado porque me dás a mão de desassombro e, aqui do teu lado, o mundo parece mais ao largo. Do ponto em que estamos tudo parece dizer que sim, que as nossas luzes brilham mais de vida e de caminho.

sexta-feira, abril 20, 2007

A minha nova sobrinha "adoptiva"







Esta é a Margarida, filha da Susana "Queijada"! Uma nova vida no mundo, a própria história da vida aqui contada. Bem-vinda!
Nasceu a 14 de Abril, às 2.30 da manhã. Quem quiser que lhe faça o mapa astral!








Diz Trak 2

Ainda segundo a referida fonte, a China estará a construir a primeira mulher-cidade, onde os homens desobedientes serão castigados. Quem for que entrar nesta cidade passará a ser, segundo as autoridades, automaticamente controlado pelas mulheres. Se algum homem ousar desobedecer, sofrerá as consequências. Estas podem passar pela lavagem de loiça num restaurante até terem de se ajoelhar na aresta de uma tábua.

Diz trak

Segundo as informações do pasquim gratuito Destak, ele existe um orangotango que joga videojogos. É isso mesmo: o orangotango Berna, de 4 anos, parece ter herdado de sua mãe o gosto pelo videojogo e pelo desenho em computador. Ainda hei-de ir ao Jardim Zoológico de Atlanta atestar este facto. Talvez o desafie para um joguinho! Sim, que o nosso grupo de macacos anda demasiado ocupado para umas partidinhas de PES6!

sábado, abril 14, 2007

Hmmm

Começo a ficar farto destes fascistas. A eles dedico a música dos Sonic Youth, álbum Dirty. Chama-se Youth Against Fascism. Poderão, talvez, ouvi-la aqui em cima... Rádio Cru online!

terça-feira, abril 10, 2007

O pássaro verde

A Páscoa nunca foi, ateisticamente falando, uma época especialmente tocante para mim. Enquanto miúdo ela era sinónimo de viagem, guloseimas e visitação familiar. A de anteontem foi estranha. Explico-me: de há uns tempos para cá, tenho vindo a perder entes queridos de forma surpreendente e fulminante. Esta Páscoa surgiu como altura de reunião, de abraço colectivo mas silencioso, de conversa significativa à beira-mar, de mágoa que teima em não passar. Teve um significado profundo. E isto sim, é estranho.
Estive uns momentos com a minha avó. Contou-me histórias. Belas e estranhas.
A minha avó ficou só no mundo. O meu avô partiu alguns dias antes de fazer anos, 51 anos depois de uma vida comum. O que resta depois disto? A vida, as histórias. Estavamos os dois sentados no sofá, recuperando meses de conversa por dizer, e ela contava-me histórias dos dois. Eu gosto de ouvir histórias, de as imaginar e de as sentir. A minha avó sempre gostou de as contar.
Dizia-me ela que costumava irritar-se com o meu avô por ele nunca estar em casa. Dizia que ia arranjar um periquito verde para lhe fazer companhia, que já não precisava dele para nada. O meu avô ria-se, sem fazer caso. Eu brinquei com ela, dizendo que o pássaro deveria ser vermelho, que o meu avô era benfiquista!
Depois do falecimento do meu avô, estava a minha avó com a minha prima mais pequena e uma amiga num restaurante, à conversa, quando, de repente, ouvem um estrondo na janela. A minha avó olha e fica surpreendida: um periquito verde tinha chocado e permanecido no chão, à espera. Ela foi apanhá-lo. O pássaro deixou-se apanhar.
Perguntou à neta que nome deveria dar ao pássaro. Ela disse o nome completo do meu avô, sem saber nada desta conversa.
Olhei para o pássaro, que estava na sala, a cantar. Quando a minha avó parou de contar a história, ele parou de piar e ficou a olhar para nós.
Serás mesmo tu ali, avô?

sábado, março 31, 2007

UAU!

Fiquei completamente mindbobbled com este trailer. É uma manga de Satoshi Kon, que também fez os filmes Perfect Blue e Tokyo Godfathers. E parece-me muito, muito, muuuuito bom...

(Obrigado Markl!)

South Park strikes again


Mau-gosto, dizem uns, genialidade subsversiva, destacam outros. Grande par de túbaros, digo eu. Eles abusam abertamente de uma linguagem racista, brincam com temas sérios como a pedófilia, com os nacionalismos desabridos, com os tábus sobre os quais ninguém ousa caminhar. O seu currículo em controvérsias é vasto. Depois de terem gozado com a Virgem Maria, com Maomé, com Saddam Hussein, chega a vez da brincadeira recair sobre a Raínha da Inglaterra. Desta vez, e depois de uma tentativa falhada de conquista dos Estados Unidos, Isabel II vê-se compelida ao suicídio em directo (parodiando, de igual modo, a série de televisão "24").
Os jornais ingleses encolerizaram-se contra este atentado humorístico. Trey Parker e Matt Stone disseram que não iriam parar. Nunca. Por pura publicidade ou simples irreverência extrema.

Eu espero que não parem... motivos não lhes faltam!

sexta-feira, março 30, 2007

Ao Serpa

Numa troca de galhardetes que mais parece uma dança de pés descalços pela candura da vida, eis que dedico as seguintes piadolas ao meu amigo Serpa, jovem dotado mas nem sempre bem-humorado. Como me disseste certo dia, a vida ama-te, meu caro!

"Numa conversa de café, dois espanhóis reflectem sobre a gramática espanhola.
- Porque se diz «Chespir» e se escreve «Shakespeare»?
- Porque é um verbo irregular."

Porque é que a Espanha é um país irmão e não um país amigo?
Porque os amigos a gente pode escolher!

Duas piadolas, apenas, para um sorriso bom!

segunda-feira, fevereiro 26, 2007

Pergunto-me porque será?

Na maré das sondagens e das estatísticas, constatou-se que os portugueses são dos povos menos satisfeitos com a sua vida. Um estudo europeu revela que, entre 27 países, ocupamos a 16ª posição.
Apesar de 86 por cento dos portugueses se dizerem felizes, esta percentagem continua abaixo da média europeia, ainda que apenas por uma décima, e muito abaixo da Dinamarca, onde 97% dos inquiridos se declarou feliz. Na lista dos mais felizes da Europa seguem-se os holandeses e os belgas. Mas estes têm razões para serem infelizes: não têm sol, praia, a língua é esquisita e a cerveja não é assim tão boa. Nós temos o Alberto João Jardim a comparar-se ao Gandhi, o Governo a promover a nossa produtividade low-cost junto ao países que lideram a produção low-cost, o Pinto da Costa, a Carolina Salgado e a socialite que matou o marido.
Mas existem várias razões para o baixo nível de felicidade dos portugueses. Pelo menos, uma ou duas que até são válidas. A razão deste baixo nível de contentamento causou-me espanto e, até, alguma perplexidade. Os portugueses são dos menos satisfeitos com a sua situação profissional!!!
Apenas 18% acreditam numa melhoria da situação financeira do seu agregado familiar, só 16% esperam uma melhor situação profissional, e limitam-se a 12% os que acreditam numa melhor situação económica e de emprego no país.
Apenas um em cada dez portugueses aposta que, em termos gerais, a sua vida vai melhorar.
No que se refere ao sistema de Segurança Social, os portugueses lideram a insatisfação europeia. Mais uma vez, só 10% dizem ser adequado, razão pela qual as pensões figuram da lista das principais preocupações nacionais, a par com o desemprego, o custo de vida e a saúde.
Mas quando se trata de procurar soluções para melhorar o sistema de pensões nacional, os portugueses não vêm com bons olhos nenhuma das respostas propostas: tanto o aumento das contribuições para a segurança social como trabalhar e contribuir durante mais tempo são opções recusadas por uma esmagadora maioria. Convenhamos que as propostas são bastante aliciantes. E que nós, ao não as aceitarmos, somos um pouco parvos.
Curiosamente, cerca de 5% dos inquiridos em Portugal consideram que o nosso sistema de pensões poderia servir de modelo para outros países na Europa (espectáculo)!
Esta é a percentagem mais baixa dos 27 países que foram contemplados pelo estudo. Pelo menos lideramos nas coisas negativas! Caramba, não nos deixamos pela metade: tem de ser sempre ou oito ou oitenta.
Assim está bem...

sexta-feira, fevereiro 16, 2007

Bartoon


LOW COST!!!


"O Grupo Longstock Financial vai investir numa fábrica de computadores de baixo custo em Portugal, anunciou, esta sexta-feira, a companhia em comunicado. Cada produto informático terá um preço de venda final de 150 euros.
Os mercados-alvo para este projecto, a realizar em parceria com uma empresa americana e outra chinesa, serão África, América do Sul e Ásia.
Paralelamente, a Longstock Financial anunciou também a criação de um centro de investigação nas áreas de software e biotecnologia."

E cá? Também vamos ter computadores a esse custo? Eu acho que assim vale a pena...

E que viva la globalización!

terça-feira, fevereiro 13, 2007

Ciclos de Luz

As várias tonalidades que adquirimos ao longo da caminhada
passam levemente pela pele. Não chegamos realmente a dar por nada.


Esfregamos as mãos de um contentamento enrugado


esperando que todos os dias fossem, na verdade, a festa que imaginámos



uma luz clara





uma luz clara



com sangue fragmentada






quarta-feira, fevereiro 07, 2007

Meditação em dia de chuva


AI Ó MEN!


Eles estão aí a chegar!!! E desta forma agradeço a quem me enviou a notícia em primeira mão... Grazie Inesinho...


E se pretendeis saber mais sobre esta banda, ide aqui... http://pt.wikipedia.org/wiki/Beastie_Boys

quinta-feira, fevereiro 01, 2007

Tales From the Strange

Já se ouviu um pouco de tudo nesta vida, desde ouvir-se Jorge Jesus, treinador do Belenenses, a falar, passando por histórias de distribuição de "sacos-de-cuspir" em Xangai, histórias absurdas de ladrões que roubam automóveis para regressarem à prisão, do regresso de Jardel ou dos argumentos estúpidos do "como foste capaz de me matar" do NÃO, ou então saber-se que o filho do ditador da Coreia do Norte tem passaporte português (aparentemente falso, but nevertheless) e mesmo descobrir-se que se faz anos no mesmo dia que o Zahovic, o Batistuta e o Boris Ieltsin... O mundo está repleto de coisas bizarras e estranhas mas esta história, senhor@s, bate algumas delas aos pontos... o seguinte texto sai em transcrição, que eu ainda estou em horário de trabalho e se me apanham a teclar estou feito ao bife...

"Gerald Fraller nunca conheceu o pai e ficou órfão aos doze anos. Viveu em casas de acolhimento, serviu o Exército americano e passou por uma grande decepção quando não conseguiu encontrar o emprego dos seus sonhos em Taiwan. Casou-se pouco depois dos vinte anos, viveu uma relação conflituosa durante cinco anos e divorciou-se. Chegou aos 28 sem soluções, deprimido, mas ainda com vontade de mudar. Decidiu vender a alma na internet .

A proposta é leal e surge num site dedicado ao assunto, em que explica todos os seus motivos. A ideia, surgida um dia depois de fazer anos (a 13 de Novembro de 2006) é angariar dinheiro para criar uma fundação que ajude pessoas em estado depressivo, para além de lhe dar um novo propósito para viver. Com esta iniciativa, conseguiu angariar cerca de 3800 dólares e recebeu oito propostas de casamento.

A história já apaixonou muita gente e levou o actor Tobey Maguire (Homem-Aranha), através da empresa Maguire Entertainement, a adquirir os direitos para a passar para o cinema. Ainda não se sabe quem irá desempenhar o papel de Fraller, muito menos em que momento começará a ser contada esta história peculiar, informou a revista «Variety».

Também ainda não se sabe quem vai ficar com a alma do americano, mas a promessa é vendê-la até 7 de Julho. A escolha será feita por sorteio, entre os que contribuíram com alguma contribuição. O vencedor terá certos privilégios sobre a vida de Fraller, como receber uma parte do ordenado durante toda a sua vida ou o direito de nomear os seus filhos. Está tudo explicado no site oficial."

Assustador, não?

quinta-feira, janeiro 25, 2007

Introdução ao Futebolês

excerto do relatório do árbitro Carlos Xistra

"O jogador da equipa visitada, Micolli, desmandou-se em velocidade tentando desobstruir-se no intuito de desfeitear o guarda-redes visitante. Um adversário à ilharga procurou desisolá-lo, desacelerando-o com auxílio à utilização indevida dos membros superiores, o que conseguiu. O jogador Micolli procurou destravar-se com recurso a movimentos tendentes à prosecução de uma situação de desaperto mas o adversário não o desagarrava. Quando finalmente atingiu o desimpedimento desenlargando-se, destemperou-se e tentou tirar desforço, amandando-lhe o membro superior direito à zona do externo, felizmente desacertando-lhe. Derivado a esta atitude, demonstrei-lhe a cartolina correspectiva."

-Extracto do relatório do árbitro Carlos Xistra relativo à
apresentação do cartão amarelo ao jogador Micolli do Benfica.
(assim ficamos a perceber a razão pela qual estes relatórios não são públicos!!!)


Sem nenhum comentário .
__,_._,___

quinta-feira, janeiro 18, 2007

Warning!

Imaginem um lugar onde se pode ler, gratuitamente, as obras de Machado de Assis ou A Divina Comédia, de Dante, assim como ter acesso a contos infantis intemporais.
Imaginem um lugar que vos mostrasse as grandes pinturas de Leonardo Da Vinci ou onde se pudessem escutar músicas em MP3 de alta qualidade.
Pois é, esse lugar existe!!!!
O Ministério da Educação do Brasil, disponibiliza tudo isso - para tal, basta aceder ao site: www.dominiopublico.gov.br

Só de literatura portuguesa existem 732 obras! Estamos em via de perder tudo isso, pois vão desactivar o projecto por falta de uso, já que o volume de acesso é muito reduzido.

Vamos tentar impedir que isto aconteça! Divulguem e incentivem a utilização desta fantástica ferramenta de disseminação da Cultura e do gosto pela leitura.

Assim valerá a pena!

quarta-feira, janeiro 17, 2007

E muito bem...

Por cada 100 euros....

Em cada 100 euros que o patrão paga pela minha força de trabalho, o Estado, e muito bem,

tira-me 20 euros para o IRS e 11 euros para a Segurança Social.

O meu patrão, por cada 100 euros que paga pela minha força de trabalho, é obrigado a dar ao Estado, e muito bem, mais 23,75 euros para a Segurança Social.

E por cada 100 euros de riqueza que eu produzo, o Estado, e muito bem, retira ao meu patrão outros 33 euros.

Cada vez que eu, no supermercado, gasto os 100 euros que o meu patrão pagou, o Estado, e muito bem, fica com 21 euros para si.

Em resumo:
Quando ganho 100 euros, o Estado fica quase com 55.
Quando gasto 100 euros, o Estado, no mínimo, cobra 21.
Quando lucro 100 euros, o Estado enriquece 33.
Quando compro um carro, uma casa, herdo um quadro, registo os meus negócios ou peço uma certidão, o Estado, e muito bem, fica com quase metade das verbas envolvidas no caso.

Eu pago e acho muito bem, portanto exijo:
um sistema de ensino que garanta cultura, civismo e futuro emprego para os meus filhos.
Serviços de saúde exemplares. Um hospital bem equipado a menos de 20 km da
minha casa.
Estradas largas, sem buracos e bem sinalizadas em todo o país.
Auto-estradas sem portagens.
Pontes que não caiam.
Tribunais com capacidade para decidir processos em menos de um ano.
Uma máquina fiscal que cobre igualitariamente os impostos.

Eu pago, e por isso quero ter, quando lá chegar, a reforma garantida e jardins públicos e espaços verdes bem tratados e seguros.
Polícia eficiente e equipada.
Os monumentos do meu País bem conservados e abertos ao público, uma orquestra sinfónica.
Filmes criados em Portugal.
E, no mínimo, que não haja um único caso de fome e miséria nesta terra.

Na pior das hipóteses, cada 300 euros em circulação em Portugal garantem ao Estado 100 euros de receita.
Portanto, Sr. Primeiro-ministro, governe-se com o dinheirinho que lhe dou porque eu quero e tenho direito a tudo isto.

Vale?

quinta-feira, janeiro 04, 2007

"Bendita sois vós"


"Angelina Jolie foi escolhida por causa da sua presença constante na imprensa e pela sua personalidade notoriamente maternal e beleza inquestionável. O papel de mãe exercido por ela é um exemplo para o mundo. Neste quadro, ela é a Virgem Maria e os filhos Zahara e Maddox são inspirados, respectivamente, em quadros de Van Dyck e Raphael", disse a artista responsável pela obra, Kate.

Será este o advento da Igreja Angelina dos Últimos Dias?

2007 RULES!!!