sexta-feira, agosto 26, 2005

Direitos Humanos

Hoje é dia de comemoração de muitas datas, muitos momentos históricos, mais ou menos relevantes, mais ou menos marcantes, mais ou menos contemporâneos. Aconteceu neste dia (espetando o polegar e o indicador de ambas as mãos para cima, em jeito de José Hermano Saraiva), em 1789, quando a malta ainda andava à trolha em França, que se acabava finalmente de votar uma folhita conhecida como a Declaraçao dos Direitos do Homem e do cidadao (só mais tarde e por pura chantagem de Miss Pankhurst e do seu grupo folk "The Sufragettes", estes direitos se estenderiam às mulheres). Séculos passados, esta folhita assume um valor facial semelhante ao Kwanza (a moeda angolana), sendo maltratado e espezinhado impunemente por qualquer nação mais belicosa. Após muita insistência, soubemos a opinião de George W. Bush sobre esta efeméride...

2 comentários:

Slave disse...

Realmente esse aí só pensa nos seus próprios direitos...Melhor dizendo...somente acredita e pensa naquilo que lhe convem...
Beijos,
Slave

blog da balta, bá! disse...

Bem, slave, dizer que este homem pensa (pelo menos por si) é um grande elogio ao mesmo...chamá-lo homem é que já tomo como um insulto à classe, desculpa!