segunda-feira, julho 25, 2005

Aqui fica a lista resumida...



Todos vós (ou pelo menos o Serpa) lêem o Publico. Devem então ter ficado com vontade de saber a lista completa de filmes recomendados pelo Instituto de Cinema Britânico, não é? O B.d.B. fez a busca por vós. Sim, porque por aqui há tempo para estas coisas!!!
Eis a listinha de filminhos que, segundo o Institutozinho de Cineminha Britânicozinho lindo do coração, as criancinhas deveriam ver...

Este é o TOP 10 dos mais votados:

Kes, de Ken Loach, 1969, UK
A Noite do Caçador, de Charles Laughton, 1955, USA
Show me Love, de Lukas Moodysson, 1998, Sw/Dk
E.T., o Extra-terrestre, de Steven Spielberg, 1982, USA
Toy Story, de John Lasseter, 1995, USA
Feiticeiro de Oz, de Victor Fleming, 1939, USA
Os Quatrocentos Golpes, de François Artaud, 1959, França
A Viagem de Chihiro, de Hayao Miyazaki, 2001, Japão
Onde Fica a casa do meu amigo?, de Abbas Kiarostami, 1987, Irão
Bicycle Thieves, de Vittorio De Sica, 1948, Itália

e do TOP 50, foram retirados estes (não me dei ao trabalho de traduzir os títulos, desculpem...tenho mais que fazer!)

A Day at the Races (Sam Wood, 1937, USA)
The Adventures of Robin Hood (Michael Curtiz/William Keighley, 1938, USA)
Au revoir les enfants (Louis Malle, 1987, France/W.Germany)
Back to the Future (Robert Zemeckis, 1985, USA)
Beauty and the Beast (Gary Trousdale/Kirk Wise, 1991, USA)
Billy Elliot (Stephen Daldry, 2000, UK/France)
Edward Scissorhands (Tim Burton, 1990, USA)
Etre et Avoir (Nicolas Philibert, 2002, France)
Finding Nemo (Andrew Stanton/Lee Unkrich, 2003, USA)
It's a Wonderful Life (Frank Capra, 1946, USA)
Jason and the Argonauts (Don Chaffey, 1963, UK/USA)
The Kid (Charles Chaplin, 1921, USA)
King Kong (Merian C.Cooper/Ernest B.Schoedsack, 1933, USA)
Kirikou et la sorcière (Michel Ocelot, 1998, France/Belgium/Luxembourg)
La Belle et la bête (Jean Cocteau, 1946, France / Luxembourg)
Le Voyage dans la lune (Georges Melies, 1902, France)
Monsieur Hulot's Holiday (Jacques Tati, 1953, France)
My Life as a Dog (Lasse Halstrom, 1985, Sweden)
My Neighbour Totoro (Hayao Miyazaki, 1988, Japan/USA)
Oliver Twist (David Lean, 1948, UK)
The Outsiders (Francis Ford Coppola, 1983, USA)
Pather Panchali (Satyajit Ray, 1955, India)
Playtime (Jacques Tati, 1967, France/Italy)
The Princess Bride (Rob Reiner, 1987, USA)
Rabbit-Proof Fence (Phillip Noyce, 2002, Australia)
Raiders of the Lost Ark (Steven Spielberg, 1981, USA)
The Railway Children (Lionel Jeffries, 1970, UK)
The Red Balloon (Albert Lamorisse, 1956, France)
Romeo + Juliet (Baz Luhrman, 1996, USA)
The Secret Garden (Agnieszka Holland, 1993, UK/USA)
Singin' in the Rain (Stanley Donen/Gene Kelly, 1952, USA)
Snow White and the Seven Dwarfs (Disney, 1937, USA)
Some Like it Hot (Billy Wilder, 1959, USA)
The Spirit of the Beehive (Victor Erice, 1973, Spain)
Star Wars (George Lucas, 1977, USA)
To Kill a Mockingbird (Robert Mulligan, 1962, USA)
Walkabout (Nicholas Roeg, 1971, UK)
Whale Rider (Niki Caro, 2002, New Zealand)
Where is the Friend's House? (Abbas Kiarostami, 1987, Iran)
Whistle Down the Wind (Bryan Forbes, 1961, UK)
The White Balloon (Jafar Panahi, 1995, Iran)


Então, quem é amiguinho, quem é?

4 comentários:

Ventilan disse...

O Serpa sou eu e o comentário que fiz foi este: Ó Délio, pá, as pessoas que vão ao teu blog na volta até lêem o Público. Ou recebem os teus mails. os forwards. E tu dizes-me: pá, nem toda a gente, olha que há para aí gajos que eu (Délio) nem conheço sequer... Pois, MAS ELES TAMBÉM RECEBEM OS MAILS, porque toda a gente recebe aí umas trinta vezes os forwards que nos infestam os mails. Olhó mau feitio!!

E acrescentei a seguir: pá, os teus posts são muito melhores e mais fixes quando efectivamente escreves alguma coisa tua (e não a cena das imagens ou dos forwards). Se alguém concorda comigo, digam-lhe, por favor: o gajo é casmurro (mas sabe escrever).

E se isto parece um testamento é só porque lhe disse o que achava e ele responde-me: porque é que não escreves isso, ó aldrúbias?. Está feito.

O Blog da Balta,Bá! disse...

Não me mines, pá, não me mines!

Ventilan disse...

e tu não me tramosses, pá, não me tramosses que eu transformo-te em Bribi Prufrockado

O Blog da Balta,Bá! disse...

E não mandes bocas secas, pá...não neste estabelecimento de piada fácil mas nada barata!